No Sopé da Montanha o Arbusto Verga mas não Quebra

Todas as Descrições são Pecaminosas

terça-feira, fevereiro 26, 2008

Filhos Distantes



- Mami, estás tão longe de mim
Porquê este viver assim?
- Meu bem, para teu bem

- Mami, meninos ensinas
Mas não cuidas de mim
- Meu bem, Não é bem assim

- Mami, tenho saudades de ti
- Meu bem, eu sei, que sim

- Mami, sinto solidão
- Para ti ganho o pão

- Mami, separaste-te de mim
- A vida fez-nos assim

- Mami, volta para mim
- Meu bem, eu nunca te esqueci
À distância ganho teu pão
Dou-te mimos do coração

- Não é o bastante, Mami
Quero sentir teus abraços
Teus beijos sedentos de mim
A ternura do teu olhar
Numa história ao deitar

- Mami, responde:
Quem vem tratar minhas feridas
Quem vem curar a minha angústia
Quem vem encher a ausência de ti
Quem vem limpar as lágrimas de ti
26/2/08

2 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home