No Sopé da Montanha o Arbusto Verga mas não Quebra

Todas as Descrições são Pecaminosas

sexta-feira, fevereiro 09, 2007

O Poema







O poema nasceu ali
Na ponta da minha mão
Um icebergue de emoção
Mergulhado na razão

Grata criação!

Meu amor
Em construção

Por mim vivido
Por mim sentido
Por mim recriado

Alma minha congénita
Sentimento e razão
discordante fusão
Eu e tu, gémeos
Nados em diapasão!

O poema nasceu ali
Na ponta da minha mão
Nado para além da emoção
9/2/07

7 Comments:

  • At 10/2/07, Blogger Maria said…

    O mar...
    ... outra vez o mar...

    Beijo

     
  • At 11/2/07, Blogger JuvePP said…

    Pois o mar representa os meus medos. Tudo aquilo que preciso superar. Obrigada beijinhos

     
  • At 12/2/07, Blogger rui said…

    Olá Juvelina

    Gostei muito!
    Li em voz alta, soa bem.
    Tem melodia.

    Beijinho

     
  • At 12/2/07, Blogger JuvePP said…

    Obrigado Rui, a ideia era tentar responder como se faz um poema, ou seja simbiose entre emoção/sentimento e razão. Segundo F. Pessoa a emoção deve passar pelos crivos da razão. A polémica entre espontaneidade, emoção e sentimento/versus razão é teorizada por Fernado Pessoa, no célebre poema, "O poeta é um fingidor". no qual emoção e razão são gémeos ainda que "nados", nascidos em tempos diferentes. O tempo do sentir, do viver e um tempo posterior o da recriação dessa mesma emoção, Melhor dizendo do vivido, do sentido ao recriado. Voltarei ao teu "Canto" para ver os teus "Olhares" da nossa ilha

     
  • At 13/2/07, Blogger }}cleopatra{{ said…

    Olá Juvelina!

    Ninguém melhor do que tu, sabe como nasce um poema!
    É feito de um misto de emoção e razão... por vezes sentido na hora, outras... em ecos que chegam do passado já vivido.
    Sim, talvez o poeta seja um fingidor, como diz o grande Pessoa... mas não deixa de mostrar o que sente, quando, ao recriar o que já sentiu, o transforma em sentimento.

    Um beijinho soprado para ti, minha fiel e atenta leitora!

     
  • At 13/2/07, Anonymous juvepp said…

    Estas não serão palavras para mim !!!. Não sou tão entendida da matéria como me queres fazer crer. E tu não serás tão leiga quanto isso. Obrigada quanto ao atenta mas não ficas atrás, geralmente, para não dizer sempre, és a primeira pessoa a comentar os meus textos. Beijinhos e fica bem.

     
  • At 13/2/07, Anonymous juvepp said…

    P.S.Reconhecerás Cleo que as palavras supra citadas te são endereçadas.Fica a correcção.

     

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home