No Sopé da Montanha o Arbusto Verga mas não Quebra

Todas as Descrições são Pecaminosas

sábado, agosto 26, 2006

Sótão



No sótão arquive-se
Todas as memórias,
Para lá se remeta
tudo quanto é passado
histórias, enredos, personagens ...
Tudo quanto um dia nos magoou
Desfragmenta-se a memória e remova-se
o desperdício, a tralha, o obsoleto
Tudo o que não nos faz bem
Fique em nós a lembrança:
Um olhar sorriso,
aberto à partilha
Um rosto familiar
meigo e terno que nos cativou
A voz que nos apazigua
Inconfundível
o aconchego de um abraço
A criança que nos amou
Connosco partilhou
uma caminhada
uma vida
e para sempre
Céu aberto, água cristalina
Em nós ficou
26/8/06

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home