No Sopé da Montanha o Arbusto Verga mas não Quebra

Todas as Descrições são Pecaminosas

domingo, outubro 02, 2005

Crescer


Crescer

Cada partida é um parto
O mesmo choro,
O mesmo grito
O mesmo espanto
O mesmo medo
Do ar que se respira
Do cordão umbical que se corta
Do Eu que se afirma ao nós

Cada partida é um crescimento
Os primeiros passos
Os primeiros sorrisos
As primeiras palavras

Cada partida é um voo
Um degrau de uma escada
íngreme que se sobe
degrau a degrau

No primeiro
ainda te vejo por inteira
Ainda somos eu e tu

No segundo
Já só vejo tronco e membros
Ainda somos nós

No terceiro
Desaparecestes, já voaste
Definitivamente és tu

O Casulo há muito para trás ficou
Reminiscência de um útero que se findou
Que se desmembrou Uno se afirmou

É tempo
De crescer
Voar
Amadurecer
Viver

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home